A mamãe e o Queen

A fase gostosa da criança gostar/se entreter com música chegou lá em casa. Engraçado que desde o nascimento dele eu tentava estabelecer o “vínculo cantarolante” que falam por aí ser suuuuper importante/legal/estimulante/fofo…só que não rolava. Era eu cantar e ele nem ligar. Chorava mais alto? Atacava tomates? Kkkk

Eu incorporava a Whitney Houston e ele nem ‘tchum’. Frustrante minha gente.

Até que um dia ele estava lá todo bravo por ter acabado a hora do banho e sem pensar comecei a cantar. “Piruuuuulííííííííto que bate bate. Piruuuuulííííííííto que já bateu. Quem gosta de mim é ela quem gosta delááá? Sou êêêêêuuuu”. E de repente vejo um sorriso sem vergonha naquela carinha redonda. Ponto pra mim!

Depois desse dia eu sempre canto para ele quando ele está resmungando ou vai começar a chorar de birra. É batata. Ele para e fica me olhando cantar. Às vezes sorri. Às vezes mexe a boquinha junto. Às vezes bate palma. Nhóóóiimm!!! ❤ ❤ ❤

Comecei a experimentar outras músicas tradicionais infantis e algumas da Galinha Pintadinha que ele a-do-ra e escuta no final das sessões de fisioterapia. Outro dia usei essa artimanha no carro. O trânsito de São Paulo estava daquele jeito e não tinha o que fazer. Estava tudo tão parado que eu não tinha nem como encostar o carro em algum ponto e tirá-lo um pouco da cadeirinha. Até porque, o conhecendo bem, se fizesse isso e depois pusesse de novo na cadeirinha ele ligaria o “modo choro” novamente.

Nove de Julho travada e bebê esgoelando no banco de trás.” Oh my God, me teletransporta para casa, pensei”. Quem já passou por essa situação sabe bem o que é ter um bebê chorando cada vez mais alto dentro do carro e você não ter o que fazer.

Faço a lista mentalmente:

  • ·         Fome: não acabou de tomar mamadeira
  • ·         Fralda: também está trocada
  • ·         Dor: ?
  • ·         Tédio/irritação: sim…do anda-pára de SP

“Filho, por favor, ajuda a mamãe. Não tem o que fazer. Ò escuta a música que legal.” E eu aumento o som do rádio.

“Buáááááááááááá´”.

Que agonia minha gente! Olho pra frente, pros lados, pra trás. Tudo parado. Nem um movimento há 7 minutos. Aaaaaaaaaaaaahhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhh……..

“Buáááááááááááá´”.

 “Filho, olha, canta com a mamãe: “Piruuuuulííííííííto que bate bate. Piruuuuulííííííííto que já bateu. Quem gosta de mim é ela quem gosta delááá? Sou êêêêêuuuu”.

Ao final da cantiga: silêncio. Uns resmunguinhos de bebê. Mas, silêncio.

Será que encontrei um jeito? Será? Será? Será?

“Buáááááááááááááááá”.

E a mãe recomeça: “Pó pó pó pópó. Pópó pópópó. Quem é que tem um monte de pintinhas? É a Galinha Pintadinha. Quem é que tem a pena azulzinha? É a Galinha Pintadinha….”

Ao final da música: silêncio.

Sim, minha gente!  Ele parou de chorar e depois de umas 4 músicas o trânsito andou um pouquinho e eu conseguir fugir para uma rota alternativa. Ufaaa.

Depois de tal feito e vendo o velocímetro nos 60 km/h a música que veio a cabeça não foi a do pirulito, nem de galinha com pena azulzinha nenhuma, foi do Queen…..

“Weeeee are the champions my frieeeendsssss. And we’ll keeeep ooooon fighting Tiiilllllllll the eeeennnnd….”

Kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk…

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s